Diário do Pará

Uma discussão fútil acabou em morte no município de São Miguel do Guamá, às margens da rodovia Belém-Brasilia. Uma equipe da Polícia Militar conseguiu dentro do flagrante prender Obenito Jaques Pereira, de 33 anos, réu confesso na morte de Jânio de Lima Castro.

Segundo o relato do cabo Janis David, o crime aconteceu no bairro Perpétuo Socorro, no município de São Miguel do Guamá, depois que Obenito discutiu com a vítima, tendo efetuado um disparo que acabou sendo fatal. Jânio de Lima ainda chegou a ser socorrido pela viatura da PM, mas chegou sem vida no Hospital Municipal.

Imediatamente, o tenente Montenegro autorizou o policiamento a fazer buscas na tentativa de prender o criminoso e, com ajuda de familiares, conseguiram localizar primeiro a arma usada para matar a vítima e, depois de buscas em vários locais, Obenito Pereira foi preso, sem esboçar reação.

Em depoimento perante o delegado Edmilson da Cruz Pereira, o homicida disse que estava jurado de morte pela vítima, por causa de uma bicicleta emprestada e não devolvida.

Obenito contou que, para se proteger pegou uma arma e foi até a casa da vítima para acertar as contas com Jânio, que o esperava do lado de fora da casa armado de dois facões.

“Depois que atirei nele, fui para a casa de minha mãe, onde escondi a arma e, quando ia fugir para Magalhães Barata, a polícia me pegou em flagrante”, disse Obenito.